sábado, 7 de agosto de 2010

Prende ou solta?

prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende Mas, ela tá solta? Ela quem, a prenhe, ou a que não a prende?  solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende solta prende Solta, soltinha, apre/endida, prezada, represada, apre/ssolta? Já não se sabe mais se se prende, se se solta, se se prende, se se solta, se se prende, se se solta, se se prende, se se solta, se e se!

3 comentários:

Anônimo disse...

Ah, essa estranha estrutura obsessiva hahahaha Amei!

Unknown disse...

Me senti muito bem lendo esse poema. Uma pintura com as palavras, para mim foi muito divertido, uma leitura agradável e rica.

Anônimo disse...

Mestre, isso é "Leminskianismo".
Abraço
Rogério Dumke